Marketing Digital Para PMEs É Importante?

Com o advento da Internet a vida ficou facilitada, isso é evidente, mas para quem? Para os jovens ou para as pessoas mais descoladas que estão sempre na internet pesquisando. Para Pequenas e Médias Empresas (PMEs), isso também deveria ter sido facilitado, mas nem sempre é assim. Existem várias ferramentas que podem ser utilizadas para elevar o desempenho de marketing na internet, porém todas as ferramentas precisam ser combinadas em uma estratégia para garantir o retorno sobre o investimento (ROI).

A melhor maneira de diferenciar-se dos seus concorrentes é ter uma estratégia consistente e uma maneira barata de chegar até os seus clientes de forma efetiva. Uma pergunta que costumo fazer aos meus clientes é: “Você prefere ser visto por 5000 pessoas ou ser visto por 500 pessoas que tenham interesse em seu produto? ” Eis aí a sutil diferença entre as empresas que utilizam o Marketing Digital e as que não utilizam.

Não basta fazer postagens patrocinadas, é necessário além de postagens patrocinadas, ter uma estratégia por trás de tudo que servirá de guia para que o impulsionamento da ação seja efetivo. Não basta ter um alcance de 5000 pessoas, é necessário alcançar as pessoas interessadas em consumir o seu produto ou serviço.

A união das diversas possibilidades que a internet traz, fornece a qualquer um que queira divulgar o seu produto ou serviço diversos canais em sua maioria gratuitos para divulgação. Vejamos, facebook, instagram, twitter, youtube (falando apenas de redes sociais), mas ainda há o Google Adwords, Facebook Ads, bem como publicações impulsionadas no instagram. A utilização das ferramentas citadas é de fácil acesso, especialmente por serem gratuitas, porém, é importante ressaltar que fatores básicos devem ser trabalhados, para que a utilização dessas ferramentas traga os resultados adequados.

Bom, o fato é que, o Marketing Digital é buscado por empresas que desejam crescer e se desenvolver, porém sem uma estratégia de Internet Marketing bem estruturada todo esse trabalho pode estar sendo um desperdício de tempo e dinheiro. E o impacto que uma estratégia de Internet Marketing pode trazer a Pequenas e Médias Empresas (PME) é imenso.

A função do Marketing Digital é aumentar o número de Leads (clientes), e com isso ampliar o Pipeline de Vendas. Que pode ser estruturado a partir da equipe de vendas ou co-criado com a ajuda do próprio cliente, uma vez que o cliente é engajado com a sua marca através da Estratégia de Comunicação na Internet.

No começo do ano de 2017 a Exame, publicou o seguinte conteúdo: Conheça 10 grandes tendências do marketing de empresas para 2017. Onde são apresentadas, de forma básica, informações sobre SEO, Blog, Webinars, Redes Sociais, Ads etc. Aqui no Blog da Ozônio Digital, já citamos algumas e continuaremos citando várias, pois elas continuam bem atuais no que diz respeito ao Marketing Digital.

Para Pequenas e Médias Empresas (PME) as vantagens do Marketing Digital são inúmeras, dentre as principais destacamos:
1. Construção de Autoridade com o Público;
2. Possibilidade de entender com clareza o que o Público busca;
3. Possibilidade de vender em escala;
4. Métricas de desempenho disponíveis;
5. Possibilidade de comunicação direta com o cliente;
6. Fornecimento de Conteúdo de Valor.

Quando integradas, essas 6 vantagens do Marketing Digital podem garantir um retorno imenso, pois geram valor para o cliente e com isso se formata um conceito de autoridade no assunto, a medida que se vai entendendo mais do público é possível fazer uma comunicação cada vez mais direcionada e apropriada, de forma que, a venda em escala possa ser atingida e com a utilização das métricas de desempenho ir melhorando esses rendimentos a cada análise.

Se ainda restar alguma dúvida sobre o Internet Marketing ser fundamental para uma PME, apresento um levantamento realizado pelo IBGE que o G1 publicou, que diz: “O Brasil supera a Marca de 100 milhões de internautas, diz IBGE”. No gráfico apresentado, é possível identificar facilmente o crescimento de acesso à internet por parte dos brasileiros e todo esse pessoal são possíveis compradores, se não do seu produto, do produto de outras empresas que já estão online. E um destaque especial da matéria é: “A Pnad também mostra que em 2015 todas as regiões brasileiras tiveram ampliação nos índices de conexão de seus habitantes. Sudeste (65,1%), Centro-Oeste (64,0%) e Sul (61,1%) registraram porcentagens acima da média brasileira. Já as regiões Norte (46,2%) e Nordeste (45,1%) apresentaram os menores níveis.” Portanto, se a quantidade de usuários da internet só cresce e os meios disponíveis para divulgação são baratos, as PMEs devem estar cada vez mais inseridas nesse contexto para alavancar seus resultados.

Para quaisquer dúvidas referente ao assunto: Marketing Digital e como posicionar sua Pequena e Média Empresa, acompanhe o nosso blog. Caso precise de ajuda em formato de Consultoria Estratégica em Internet Marketing entre em contato conosco.

Entenda Porque o Pipeline Aumenta as suas Vendas

Olá! Tudo bem por aí?

A primeira pergunta é: Mas o que é Pipeline?

Pipeline nada mais é do que uma praia no Havaí!

Brincadeiras à parte, Pipeline, é uma espécie de lista contendo as informações de relacionamento com o cliente ou um novo cliente. Falando da forma mais simples possível, Pipeline é uma lista onde são preenchidas informações como: vendedor, contato do cliente, e-mail, telefone, datas de reuniões agendadas, o que foi conversado na reunião. Pipeline é uma palavra em inglês que significa: cano. O cano nesse caso representa a ideia de fluxo.

Enfim, a importância de um Pipeline é garantir que se terá sob controle tudo que está acontecendo em relação ao desenvolvimento da venda em determinado cliente ou em uma nova visita de prospecção de novos clientes. Isso facilita visualizar como está o andamento das vendas que estão sendo realizadas no mês. Ajuda a gerenciar e identificar os anseios e necessidades do cliente e com isso melhorar o processo de vendas. Quer algo mais importante do que isso?

Também é importante lembrar que, o Pipeline de Vendas está relacionado diretamente ao Ciclo de Vendas!

Ciclo de vendas, é o que acontece do primeiro momento de contato de uma pessoa curiosa em seu produto ou serviço até o momento da realização da compra e depois dela. O relacionamento com o cliente é de extrema importância para o ciclo de vendas. Vejamos, em um salão de beleza o ciclo de vendas é da seguinte forma:

A pessoa entra para conhecer o local, pergunta preço, tenta identificar se os cuidados lá são bons, depois disso agenda um horário para um corte, a pessoa sai e depois retorna no dia e horário marcados.

Perceba que esse ciclo ele tem uma folga de tempo, onde o cliente conhece o salão, o serviço e se não for atendido no mesmo dia, volta depois. A folga de tempo que existe entre primeiro contato e o retorno do cliente pode ser suficiente para que seja possível pesquisar outros salões de beleza que possam ofertar um mesmo serviço por preço e qualidade semelhante e no final optar pelo outro.

E isso se aplica a todo tipo de empresa, seja ela de serviços ou produtos e fornece particularidades para cada tipo de segmento, vendas e empresas, por exemplo, o ciclo de vendas do vendedor de picolé leva menos tempo que o ciclo de vendas do vendedor imobiliário. Ou seja, para cada empresa, produto e serviço haverá um ciclo de vendas diferente. Portanto, conhecer o processo desses ciclos é de fundamental importância, pois, uma vez que as objeções dos clientes em prospecção são identificadas, elas podem ser trabalhadas e para identificação de possíveis soluções a essas objeções, tornando o processo de vendas cada vez mais eficiente.

Há uma questão muito comum que é: Como É Possível Aumentar o Meu Pipeline de Vendas?

A resposta para essa pergunta é simples, primeiro é necessário fazer montar um Pipeline, identificando quem é o vendedor responsável, o nome do cliente, contatos, reuniões agendadas e o que foi conversado nessa reunião, se a venda já foi realizada e o que o cliente comprou, bem saber a opinião dele a respeito do processo e do próprio vendedor, que é a chave fundamental nesse processo, pois ele sendo a linha de frente ele quem vai conseguir identificar cada uma dessas demandas para a montagem do Pipeline.

Esse é o segredo para aumentar o Pipeline de vendas, Preencha o seu Pipeline e quanto mais detalhes for conseguindo dos seus clientes, melhor será para análise e melhoria do processo de vendas! Isso irá garantir que nas próximas ligações ou visitas de primeiro o contato seja mais efetivo, pois uma vez coletadas as dúvidas mais comuns, as objeções mais difíceis de serem ultrapassadas o discurso de vendas já pode ser alinhado a uma possível dúvida mapeada previamente.

Para desenvolvimento e criação de Pipelines é muito comum o uso do que chamamos de ERP, que são sistemas para o gerenciamento de informações. Esses sistemas coletam diversos tipos de dados e fazem uma análise prévia do comportamento dos seus clientes e te ajudam a tomar decisões baseadas em diversas informações. Adquirir um ERP traz novos custos à empresa e necessário planejamento prévio antes de realizar uma compra como essas.

Mas para quem está começando ou quem deseja realizar uma organização prévia do relacionamento com o cliente, uma planilha em Excel pode solucionar o problema. Se for do seu interesse conhecer um pouco mais, Baixe Aqui uma planilha de Pipeline!

A segunda maneira de aumentar o Pipeline é através do processo de vendas on-line. O conhecido Marketing Digital ou Internet Marketing é trabalhado com o intuito de aumentar o volume de vendas e uma vez automatizado a aquisição de novos clientes torna-se mais rápida, pois este tipo de serviço fica ativo 24 horas por dia. E todos os passos do processo de vendas são previamente identificados através de pesquisas e análises de comportamento. Um tempo médio de retorno para as vendas on-line é de 6 meses a partir da conclusão do planejamento estratégico e tático.

Algumas vantagens que um Pipeline bem organizado fornece a empresa:

  • Conhecimento do cliente – Atualmente todo negócio sobrevive por conta de informação;
  • Compreensão do processo de vendas;
  • Conhecimento e solução das objeções dos clientes;
  • Maior entendimento dos próprios serviços e produtos;
  • Maior Qualidade no Atendimento ao cliente;
  • Vendas Assertivas;
  • Maior Organização de Informações;
  • Facilidade para tomadas de decisões embasadas em informações mais sólidas.

Diante de todas essas vantagens, acredito que você vai querer montar o seu próprio Pipeline! A Ozônio Digital poupou o seu tempo e montou uma planilha para você e para baixar de graça é só clicar aqui!

Te desejamos sorte e para quaisquer dúvidas, estamos aqui, é só entrar em contato.
E já que você leu até aqui, comenta, deixa uma crítica ou sugestão para gente!

Um Abraço e Até mais!

 

Por João Ramos

Duas Maneiras de Engajar o seu Público Rapidamente

Olá! Tudo certo?

Objetivo:

Conhecer táticas que possibilitem engajar e alcançar um público maior.

 

Na frase de Peter Drucker, ele esclarece que “o objetivo do marketing é tornar a venda supérflua”, de forma que possa “conhecer e compreender tão bem o cliente que o produto ou serviço se adapte a ele e se venda por si só”. Ou seja, a Estratégia de Marketing deve garantir que a venda se realize por conta própria.

O já tão conhecido 4Ps do Philip Kotler, informa que, para uma empresa se destacar no mercado é necessário que tenha Preço, Praça, Produto e Promoção (não necessariamente nessa ordem).

Explicando cada um dos pontos acima:

Preço: é referente ao preço de venda e condições de pagamento: prazo, crediário, descontos etc.

Praça: está relacionado ao ambiente físico e todo o aparato necessário para fazer com que o negócio funcione, por exemplo: logística, estoque e distribuição.

Produto: é a carteira de produtos de uma empresa e as características relacionadas a ele, por exemplo: Marca, design, qualidade, embalagem etc.

Promoção: do produto, serviço e Marca. É o mesmo que propaganda, publicidade etc.

Pensando nesse contexto e trazendo para o Marketing Digital, sugerimos a seguir duas táticas para aplicação na sua Estratégia de Internet Marketing.

Conteúdo:

“Conteúdo é rei”, essa é uma frase bem conhecida no meio do Marketing Digital. Ela é emblemática, pois, sugere que, é o conteúdo que faz com que absolutamente tudo aconteça na internet! Isso quer dizer, se você ou sua empresa não tem um conteúdo bom, o fracasso bate à porta. Quando pensamos em conteúdo, pensamos em: texto, vídeo, e-book, planilhas, videoaulas e tudo mais que pode ser dado aos clientes de forma gratuita.

O Conteúdo é o que faz com que exista interação com a marca, é isso que mantem o cliente envolvido com a Marca. Gosto da definição de que o Conteúdo é a cola entre empresa e cliente, se ele for de qualidade retém o cliente e se não tiver qualidade o próprio cliente não vai ficar para ler até o final da postagem.

Existem pessoas e empresas que são especializadas unicamente na produção de conteúdo em texto são os Copywriters, esse termo embora muito técnico, significa que essas pessoas produzem textos persuasivos. Portanto, aquele texto com conteúdo já traz em sua escrita, levantamentos e apontamentos subjetivos que o leitor se direcione ao próximo passo para realização da compra do produto ou serviço.

E outra coisa muito importante é que o Conteúdo esteja sempre alinhado à Persona que compra o produto da empresa! Você não tenta vender uma cruz para um vampiro, certo? Isso seria como tentar vender uma bicicleta para um cadeirante. O exemplo utilizado é para que a ideia e o conceito sejam fixados em sua cabeça, por isso tamanho absurdo! Você pode ler o texto sobre: Os 3 fatores básicos que impedem o seu negócio de prosperar na internet, lá explicamos um pouco melhor sobre a Persona, Nicho e Conteúdo e a importância desses fatores para uma boa estratégia de Internet Marketing.

Tráfego:

Ok, o seu site ou blog tem o Conteúdo alinhado com a sua Persona, mas mesmo assim não está gerando o retorno esperado. O que pode ser feito para que o conteúdo seja acessado por mais pessoas? Investimento em tráfego.

Todas as ferramentas de redes sociais, possuem uma opção interna de impulsionamento. E o investimento não é tão alto! Quando você impulsiona uma postagem de um artigo relevante para a sua Persona a chance de gerar um engajamento é alta, visto a quantidade de pessoas que o impulsionamento tende a atingir.

Mas lembre-se, de nada adianta, impulsionar sem conhecer o público para que se deseja enviar o conteúdo. Esse é um erro muito comum que deve ser evitado. O trafego pago tem suas vantagens em posicionamento, porém o tráfego gratuito também tem. Uma das vantagens claras do tráfego gratuito é a possibilidade de ganhar muitas pessoas compartilhando o seu conteúdo. Isso chama-se Viralização de Conteúdo.

Uma das maneiras utilizadas para gerar conteúdos virais na internet é acompanhar sempre as tendências. O que está acontecendo pelo mundo? Animais, crianças, comidas, todas essas categorias são plausíveis de tornar o conteúdo viral e tudo vai depender da reação do público, é claro.

Uma outra alternativa para impulsionar as suas postagens é fazer um trabalho de SEO no seu site, isto é, alinhar seu site aos padrões de classificação do Google, para que ele seja validado e reconhecido pelo Google como um site que gera uma boa experiência ao usuário. Uma vez que o trabalho em SEO é realizado, a chance do seu site ser encontrado aumenta e as pessoas passam a confiar no seu site por ele trazer os conteúdos relevantes.

Conclusão:

Essas duas táticas devem ser integradas à sua estratégia de Internet Marketing. A melhor maneira é no momento de planejamento da mesma, quando você estiver estruturando como irá realizar o seu planejamento de Marketing Digital.

A tática do conteúdo deve ser utilizada constantemente, a tática de impulsionamento para geração de tráfego também é muito útil, porém deve ser utilizada com cautela dependendo do tipo de produto ou serviço que se queira vender.

Bom, essas são as duas táticas que gostaríamos de citar aqui! Torcemos pelo seu negócio e queremos que ele se desenvolva! Se você precisar tirar alguma dúvida estamos a disposição. Comenta, questiona, critica ou compartilha!

 

Por: João Ramos

Os principais Insights realizados em um dos maiores eventos de Internet Marketing do Brasil

Fire17; hotmart; afiliados; internet marketing; marketing digital; pequenas e médias empresas

 

Olá, pessoal, tudo bem por aí?

No mês de Agosto ocorreu um dos maiores eventos de Internet Marketing do País, estamos falando do Fire 17. É um evento produzido e realizado pela Hotmart, uma empresa nacional de afiliados que só cresce. Todos os anos eles organizam o Fire, que acontece em Belo Horizonte. Trata-se de um evento onde as principais autoridades no segmento de Marketing Digital estão presentes, fornecendo conteúdo e oportunidade de contato direto com eles.

Para vocês entenderem um pouco melhor do que eu estou falando, eu vou contar para vocês um pouco do line up do Fire 17, quem estava lá compartilhando experiências, aprendizados e as mais novas técnicas sobre como fazer negócios via internet.

Jonah Berger (professor de marketing PHD e especialista em virais), Aubrey De Grey (Biomédico com PHD em Cambridge), Fernanda Cerávolo (Diretora do Youtube no Brasil), Diego de Oliveira (Gerente de comunicação e marketing integrado da Coca-Cola), David Vélez (CEO Nubank), João Veloso Jr. (Head de comunicação corporativa do BMW Group Brasil), Neil Patel (influenciador e cofundador de diversas empresas, é também um mestre na otimização de sites para SEO). Isso falando apenas dos palestrantes que estão em nível internacional.

Ainda esteve presente: Erico Rocha (Fórmula de lançamento), Conrado Adolpho (Fundador do método 8Ps), Vitor Peçanha (fundador da Rock Content), Fábio Ricota (Especialista em SEO e tráfego pago), Rafael Albertoni (Especialista em Copywriting), Roberto Altenhofen (Estratégias de comunicação na internet e fundador da Empiricus), Rafa Prado (Empreendedor Digital e mestre em monetização de marcas). Bom, você pode ver o line-up completo aqui, mas ainda teve muita gente boa compartilhando experiências por lá!

 

Objetivo do post:
Explicar os principais aprendizados realizados referente a participação de eventos de grande porte no segmento de Internet Marketing.

 

O Primeiro Aprendizado

Peçanha – fundador Rock Content

Você está há 1 metro de distância das maiores autoridades do país em Internet Marketing. Sabe aquele cara que você só viu no Youtube? Que escuta os conselhos dele, que tem um canal que parece que foi feito para você? Ele fala de empreendedorismo, de negócios, etc. Então, ele estava a poucos metros mim no evento e fui até ele, comentei sobre o trabalho dele e pude conversar um pouco e até entender melhor algumas coisas que só assistindo aqueles vídeos no Youtube não seria possível. Nesse ponto tive contato com nutricionistas, sexólogos, professores de provas concurso, professores de memorização, coachs, gerentes de projetos, comunicadores etc.

Entrar em contato com todo esse pessoal, me forneceu uma rápida quebra de paradigma no que diz respeito ao Marketing Digital aplicado a Pequenas e Médias Empresas, pois todos que ali estavam e aplicavam as técnicas com consistência e disciplina e evitavam a possibilidade de erros em fatores básicos, obtinham resultados no tempo médio de 6 meses.

Conrado Adolpho; 8Ps; Marketing Digital; Internet Marketing
Conrado Adolpho – fundador do Método 8Ps do Marketing Digital

 

O Segundo Aprendizado

Não é pelo Dinheiro. Bom, vamos ser honestos. Em parte, é pelo dinheiro sim! Todos queremos melhorar de vida, ganhar mais, galgar espaço e sermos reconhecidos, não há pecado nisso. O pecado está em: querer e não se dedicar ao trabalho de forma disciplinada.

Mas a Jornada do Empreendedor é muito maior do que “apenas” ganhar dinheiro. É muito mais do que isso, você vai poder impactar a vida de muitas pessoas de acordo com o tamanho do seu negócio. Os grandes, os que já conseguiram uma quantia de dinheiro a ponto de falta do dinheiro não ser um problema pensam em outra escala para manter a motivação! Não a escala do dinheiro, mas a escala da quantidade de pessoas que serão beneficiadas com os serviços ou produtos prestados.

 

O Terceiro Aprendizado

Encontre a sua turma. Nesses lugares você jamais, deve ficar preso a uma pessoa apenas! Conheça o máximo de pessoas possível. FAÇA NETWORKING! É aí que estão escondidas todas as possibilidades que um evento assim pode te trazer. Introduza as pessoas legais que você conheceu no evento umas às outras. Depois disso, troque telefones e crie um grupo de whatsapp ou em outra rede social, se preferir. Mas mantenha o contato com essas pessoas, pois elas também estão batalhando diariamente e aprendendo coisas novas e esse compartilhamento e troca de aprendizados podem fazer vocês crescerem muito após o evento.

 

O Quarto Aprendizado

Nem tudo é o que parece! Eu sei que o investimento nesse tipo de evento é alto. Eu paguei caro para ir. Em diversos sentidos, passagens, horários de chegada e saída, alimentação o preço do ingresso do evento, hospedagem e ainda tive que carregar uma bagagem pesada. Mas hoje, quase um mês pós-evento eu ainda percebo os benefícios claros que realizar esse investimento me proporcionou. Amigos alinhados com o meu propósito, outros empresários, estudantes e funcionários no segmento que estão atuando ativamente aprendendo e compartilhando coisas diariamente com eles. Com certeza, valeu cada centavo e ainda tive a oportunidade de conhecer uma cidade belíssima, que faz jus ao seu nome, Belo Horizonte.

 

O Principal Aprendizado

Em um evento como esses, o Principal Aprendizado é a possibilidade de novos negócios que podem ser feitos lá. As palestras são importantes? Sim, são muito importantes. Mas é do lado de fora da sala principal que a magia acontece. É lá que você vai fazer novos amigos e parceiros e é a partir daí que será possível conquistar um negócio, construir autoridade e até receber dinheiro por seus serviços ou produtos.

O Fire é uma grande oportunidade para conhecer gente muito boa que está alinhada com o sucesso e desenvolvimento dos seus próprios negócios e estar ao lado desse pessoal é sempre inspirador e motivador. Lá estão diversos produtores de conteúdo, produtores de info-produtos, afiliados, curiosos, empresários, consultores, mestres em tráfego etc. Toda a sorte de conhecimento em Internet Marketing é possível de encontrar lá. E quando um empreendedor está imerso nesse capital intelectual é natural que novos negócios surjam!

 

Conclusão:

Os principais aprendizados nesse evento foram:

  1. Poder conversar com as maiores autoridades no segmento;
  2. Aprender que a jornada do empreendedor vai além do dinheiro;
  3. Fazer networking é essencial;
  4. Investimentos valem a pena se você continuar valorizando eles depois;
  5. A magia acontece fora da sala principal.Agradecemos a sua leitura!

    E torcemos para que esse texto tenha lhe agregado algum valor! Qualquer dúvida, crítica ou sugestão, é só deixar aqui em baixo!

 

Por: João Ramos.

3 Fatores Básicos que Impedem o Seu Negócio de Prosperar na Internet

 

O Marketing Digital já foi futuro, hoje é presente e não dá mais para fugir dele, negócios de todos os tipos imagináveis já estão na Internet. Alguns estão crescendo e aumentando o faturamento de forma exponencial e outros ainda padecem em erros básicos.

Objetivo da leitura:

Compreender fatores básicos que impedem o crescimento de um negócio on-line. Selecionamos 3 fatores os quais muitas empresas esquecem de projetar antes de iniciar o trabalho on-line, deixando que o site faça o trabalho por conta própria.

Apenas hospedar o site em um bom servidor não fará com que ele se torne um campeão de vendas! É preciso muito mais do que isso.

Segue a leitura!

Persona

Persona Ideal, Buyer Persona, Avatar, Persona, todas essas as expressões significam a mesma coisa! A identificação da Persona é de fundamental importância para desenvolver um negócio na internet! Identificar a persona vai te ajudar a utilizar os motores de busca com mais qualidade, ou seja, você irá direcionar a sua mensagem para um público bem específico e quanto mais detalhada for a sua persona, melhor! Assim você pode especificar detalhes aos motores de busca que os faça encontrar exatamente o público para o qual você está interessado em divulgar o seu produto, serviço ou empresa.

As Características da Persona são: nome, interesses, o que faz, onde vive, o que pensa, o que sente, dores e sonhos. Quando você responde essas perguntas da sua persona, você possivelmente irá identificar um problema que sua persona tem e que solucionar esse problema seria como a realização de um sonho, por exemplo: A Persona de um nutricionista é o Fábio e ele está um pouco acima do peso, isso está incomodando o Fábio, que tem a dor de estar acima do peso e deseja solucionar o seu problema e realizar o sonho de ter uma barriga de tanquinho até o final do ano ou até o carnaval.

Esse é apenas um exemplo, a identificação da Persona se aplica a todo e qualquer negócio e isso facilita a comunicação também, porque é possível identificar quais expressões essas pessoas utilizam, quais horários elas acessam com mais frequências as redes sociais, etc.

Nicho

Outra coisa muito importante e comumente esquecida é o Nicho! Ter um produto ou serviço nichado garante que a sua comunicação será direta e específica ao seu público. Imagine comigo, você conseguiria vender o seu produto ou serviço para uma criança de 5 anos e para um adulto? Provavelmente a sua resposta é não! Quando você segmenta o seu nicho é possível identificar quem é o público ideal para comprar os seus produtos e serviços.  Mas, e como se faz isso?

Identificando a Persona! Simples assim! Este fator depende intrinsecamente do fator: Persona! Depois de identificar as dores do seu público você pode sugerir soluções para aquelas dores específicas. E quanto mais específico melhor, desde que solucione a dor da Persona. E quando pensamos em internet, pensamos em escala, ou seja, no seu bairro pode existe 10 pessoas com um problema específico. Na sua cidade, pode existir 1000 pessoas com o mesmo problema e se a estratégia de vendas estiver bem alinhada com o levantamento da Persona, essa possibilidade de escala ganha retorno através do seu equivalente monetário.

Conteúdo

A sua página na internet pode ser linda, muito fácil de usar, amigável, responsiva, mas tudo isso pode ser posto a perder se não houver Conteúdo. O seu público anseia por Conteúdo! Na internet muitas coisas são encontradas gratuitamente. E o que você pode dar de forma gratuita é o conteúdo! Escrever artigos, blogs, enviar planilhas, e-books. Tudo isso conta para agregar à sua persona o conteúdo necessário para que ela possa se envolver com a sua marca de alguma maneira.

Se previamente as pessoas iniciavam o relacionamento com uma marca através da televisão, rádio e outdoors, atualmente elas têm mais uma alternativa para se envolver com a sua marca. E é por meio da internet! Redes sociais, e-mails, sites, tudo isso pode gerar o engajamento com a sua marca, desde que ela forneça gratuitamente o conteúdo que a sua persona está buscando na internet!

Se você é professor de violão poderia gravar um vídeo ensinando a tocar um ritmo específico de música, ou se é cozinheiro, poderia ser um conteúdo sobre como higienizar as mãos antes de cozinhar. A sua imaginação quem vai dizer! E com base em que você deve definir o seu conteúdo?

Com base na Identificação da Persona! Olha ela mais uma vez aí!

Sim, ela é o ponto inicial disso tudo! Sem a Persona não é possível fazer o trabalho de Marketing Digital adequado. O seu conteúdo pode ser magnífico! Mas se você identificou a persona incorreta o seu conteúdo não terá relevância para quem ler. Por exemplo, você vende aulas de violão, mas a sua persona está interessada em aprender a cozinhar, o seu conteúdo não terá valor para ela e todo o trabalho precisará ser reiniciado!

Espero que este post traga algum esclarecimento para você! Se gostou ou não, deixa um comentário aí embaixo pra gente! 😉

Por: João Ramos.

Por Dentro da Ozônio Digital

Surgimento da Ozônio Digital

A Ozônio Digital surgiu pela união de um grupo de amigos, cansados do modelo de atendimento das agências e consultorias que sempre apresentam o mais do mesmo, sem inovação, sem um pensamento estratégico e fora da caixa.

Cinco amigos conversavam sobre o assunto durante um jantar informal e eis que o mais afoito disse que deveriam iniciar um novo negócio. Apenas outros dois disseram que sim. Sempre com o pensamento de fazer algo além do comum, fora do padrão acima da camada mais superficial o nome Ozônio Digital que foi criado naquela mesma noite, veio a calhar!

Tinham um nome para empresa, técnica, experiência e vontade de fazer acontecer! A Ozônio deu os seus primeiros passos prospectando políticos da região para prestação de serviços e ainda no final do segundo mês a terceira sócia da formação inicial saiu da Ozônio deixando as suas atividades para o Lucas Diniz e o João Ramos que são especialistas em Branding e Internet Marketing, respectivamente.

Formato de prestação de Serviço em Consultoria

Quando pensamos na Ozônio Digital, acreditamos que a mesma só poderia se desenvolver se tivesse um diferencial de mercado que fosse claramente percebido pelos nossos clientes. Acreditamos que esse diferencial é a forte integração entre Branding e Internet Marketing (Marketing Digital).

Para realizar a prestação de serviços a Ozônio conta com a participação direta dos dois diretores. O Lucas fica encarregado do Branding e o João do Internet Marketing (Marketing Digital).

O Formato do Serviço é sempre feito a quatro mãos, ou seja, estaremos acompanhando o nosso cliente lado-a-lado e sempre iremos desenvolver nossas atividades a partir da interação e mapeamento das necessidades dos nossos clientes.

Branding

“Todo o trabalho realizado com o objetivo de tornar a sua marca mais conhecida, mais desejada, mais positiva na mente e no coração dos seus consumidores. Envolve desde a concepção da marca até as ações cotidianas de marketing da empresa.” – Fonte: Marketing de Conteúdo.

Outra definição interessante é a seguinte, “Branding é o agrupamento de soluções que uma marca necessita para sobreviver no mercado. Ele abrange desde a criação de uma nova marca, na administração da mesma e no reposicionamento de marcas existentes que passam por dificuldades. Ele se divide nas seguintes etapas: Detalhamento do Público-Alvo, Posicionamento da Marca, Construção Multissensorial.” – Fonte: Empreendedor Moderno.

E outra definição que gostamos muito é a do Kotler e Keller que disseram em 2006 no livro Administração de Marketing que, “Branding significa dotar produtos e serviços com o poder de uma marca”, para ser mais sucinto.

Internet Marketing

O conceito ainda é muito novo e no que tange ao Internet Marketing, podemos dizer que este, seria a parte estratégica do trabalho. E o Marketing Digital a parte de produção de conteúdo, textos, imagens etc.

O Internet Marketing é focado em análise de métricas e otimização dos resultados, enquanto que o Marketing Digital é parte tática. O primeiro é necessário compreender os conceitos e teorias para montar as estruturas que guiarão o trabalho do Marketing Digital. Não existe melhor ou pior, mas a integração de ambos irá gerar o resultado esperado.

Enquanto um identifica onde seria melhor vincular as ações em qual rede, horário e formato o outro utiliza de táticas para realizar a comunicação, pela internet, telefone etc.

A União Faz a Força!

Ao unir estratégias de Branding e Internet Marketing é possível potencializar os resultados dos nossos clientes, uma vez que conseguimos fazer um forte alinhamento entre estratégia e ações on-line e off-line. O retorno desse tipo de posicionamento pode garantir uma grande repercussão, pois o cliente estará na mídia on-line e off-line uma complementando a outra, fornecendo-lhe autoridade e reconhecimento em seu segmento gerando confiança e fidelidade nos clientes.